Curso online de Musculação do Iniciante ao Avançado

sexta-feira, 24 de maio de 2013

10:12:00

Três em um: treino mistura movimento de dança e lutas

O treino Três em Um é oferecido pela academia Runner (SP). A sessão de 45 minutos batizada como Runner Trio — com saltos, deslocamentos e muitos exercícios de equilíbrio — foi desenvolvida por Saymon Gomes, gestor de fitness em aulas coletivas da rede. “Os movimentos de jazz e balé resgatam as sensações que as pessoas tinham quando praticavam atividades na infância. Isso faz da aula um momento divertido e prazeroso”, conta. A brincadeira é intensa e rende um gasto calórico de até 400 calorias a cada ida à academia. “Dá pra ver a silhueta mais fina e os músculos do abdome e a coxa torneados dentro de um mês.” O legal é que qualquer uma pode participar — com a apresentação de um atestado médico, claro. O professor explica. Todos os passos e ajuda quem tem mais dificuldade, então não se preocupe se você não é uma expert em danças ou lutas. Basta gostar de se mexer ao ritmo de pop e outras músicas mais agitadas. Mas não pense que é moleza, viu? As posições são desafiadoras e é preciso disciplina para conseguir se superar. Só o tempo e a prática trazem a perfeição. No final, todo esse esforço vale a pena — seu corpo que o diga! Por isso, se você sempre achou que seria bom praticar uma dessas três modalidades, mas nunca levou jeito para a coisa, chegou a hora que fazer tudo junto e de uma maneira bem diferente. Agora é só preparar a mala da academia (com uma roupa bem confortável) e levar sua motivação. Posturas A aula é coreografada do começo ao fim. Cada posição é repetida em torno de 16 vezes, mas é tão natural, que no calor do momento você nem percebe. Quer fazer sozinha? Até dá, mas preste atenção ao espaço em que pretende treinar: deve ser amplo para evitar acidentes, a final, você vai pular bastante. Como a aula é coreografada, o ideal mesmo é procurar um professor, que pode auxiliar nos momentos mais difíceis. É bom também porque evita que algum movimento seja feito de maneira errada. Vai que você força demais algum músculo... O triplo de benef­ícios - O treino deixa o corpo nos trinques - Melhora a coordenação motora - Aumenta a capacidade respiratória - Torra calorias de montão - Tonifica os músculos - Desenvolve o equilíbrio - Acelera o metabolismo. Reportagem: Caroline Randmer

sexta-feira, 17 de maio de 2013

17:11:00

A aula de Step ajuda a emagrecer?

Você já experimentou fazer uma aula de step? Saiba que essa atividade ajuda muito a emagrecer! “Os exercícios são aeróbicos, por isso, elevam a frequência cardíaca, queimando muitas calorias”, afirma Danilo Cezar de Souza, coordenador da Movement Academia e diretor da Salute Personale, em São Paulo. Segundo o especialista, em uma hora de aula é possível gastar de 350 a 500 calorias. Tudo vai depender da intensidade dos exercícios (turma inciante, intermediária ou avançada) e da altura do step utilizado. Quer mais benefícios? A aula no step melhora o condicionamento cardiorrespiratório e tonifica a musculatura, principalmente de coxas, panturrilhas e glúteos. Mas será que deixa as pernas grossas? O educador físico garante que não. “Esses exercícios ajudam a perder a gordura corporal e não o ganho de massa muscular”. Para ter bons resultados, o ideal é começar com duas vezes por semana em dias alternados. Depois aumente para três vezes. A ideia é acelerar o ritmo aos poucos, assim você evitará lesões por causa dos movimentos repetitivos. Mas atenção! A aula é contraindicada para pessoas que estão muito acima do peso, com hérnia de disco ou problemas no joelho.

sexta-feira, 10 de maio de 2013

16:40:00

Quer queimar calorias? Veja as aulas que queimam mais calorias na academia!

Quando a intenção é queimar o maior número de calorias possível, a academia pode fornecer diversas aulas para atingir esse objetivo. Com tantas opções disponíveis, talvez fique difícil escolher aquela que mais atenda a cada necessidade. O segredo é procurar atividades praticadas em intensidade moderada que possam ser realizadas por um período maior de tempo. “O que determina a eficiência do exercício na perda de calorias é a maior duração e a quantidade de músculos trabalhados”, afirma Eduardo Netto, diretor-técnico da academia Bodytech. Segundo ele, o ideal é manter o treino por mais de 12min para que o principal substrato energético do corpo seja a gordura. Já a personal trainer da academia Reebok Andrea Martins de Oliveira acredita que os resultados são melhores quando a prática excede os 20min: “A queima de gordura vai ser mais intensa por causa do aumento da frequência cardíaca. Mas prefira permanecer a uma intensidade moderada para que seja possível sustentar a atividade física por mais tempo”. Como montar o programa certo – Os trabalhos aeróbios devem ser realizados ao menos três vezes por semana, alternando os tipos de aulas em cada sessão para que o organismo não se acostume e estimule os músculos de diferentes formas. “Além disso, procure incluir dois dias de musculação em sua rotina semanal. Apesar do gasto calórico ser menor, irá ajudar a fortalecer e prevenir o surgimento de lesões”, indica Andrea. De acordo com a coordenadora de musculação da academia Ecofit Renata Duran, as atividades aeróbias realizadas de forma contínua auxiliam na perda imediata de calorias. “Porém, apesar de não ser uma atividade aeróbia, a musculação também tem sua importância. O gasto calórico vai ser menor, no entanto, o corpo precisará de energia para se recuperar no pós-treino”, explica. Confira a atividades que mais queimam calorias: Running class: aula de corrida em grupo realizada em esteiras que promove enorme gasto calórico, simulando variações de velocidade e inclinação. Utiliza grandes agrupamentos musculares, trabalhando o corpo como um todo. Gasto calórico: 450 Kcal em média (45min) Spinning: aulas de bike que simulam um passeio na rua, com descidas e subidas. São trabalhadas variações de velocidade, posição e carga. Os principais grupos musculares envolvidos são a parte anterior e superior da coxa. Gasto calórico: 450 Kcal em média (45min) Jump: são movimentos coreografados em que a pessoa tem de pular sobre minitrampolins. A sobrecarga está focada nos membros inferiores, mas também proporciona trabalho abdominal ainda que em menor escala. Gasto calórico: 450 Kcal em média (45min) Circuito: corresponde a séries de exercícios de musculação consecutivas, isso é, partir de um aparelho para o outro ininterruptamente. Para que o gasto calórico seja considerável, o ideal é trabalhar com intensidades maiores. É preciso criar uma sequência de exercícios e repeti-la algumas vezes. Por exemplo: 15 repetições de exercício para peitoral, 15 repetições para quadríceps, 15 repetições para paradorsal, 15 repetições para os glúteos, 15 repetições para o abdome e, por fim, 2min de trote na esteira. Gasto calórico: 400 Kcal em média (30min) Muay thai: tipo de luta que mistura caratê e boxe, exigindo grande quantidade de energia. Trabalha tanto o agrupamento de músculos inferiores quanto superiores. Gasto calórico: 480 a 520 Kcal em média (50min) Natação: solicita prioritariamente membros superiores – 80% do trabalho realizado – e tem a vantagem de não apresentar nenhum impacto para as estruturas do corpo. Gasto calórico: 360 a 370 Kcal em média (50min) Hidroginástica: coreografia dentro da água que utiliza determinados equipamentos como caneleiras, halteres ou espaguetes. Esses acessórios proporcionam aumento da intensidade do treino e maior solicitação dos músculos. Dependendo do enfoque, o trabalho pode ser aeróbio e muscular ao mesmo tempo. Gasto calórico: 300 Kcal em média (45min) Core: exercícios feitos utilizando uma plataforma. Inclui movimentos de abdominal, flexão de braços e até mesmo simulações de gestos de lutas. Gasto calórico: 500 a 600 Kcal em média (30min)

sexta-feira, 3 de maio de 2013

10:44:00

Boot Camp: treinamento militar nas academias promete secar e definir

Baseado no treinamento militar, o Boot Camp está fazendo a mulherada migrar da sala de musculação para a de ginástica. A vantagem é que os resultados são tão efetivos quanto nos aparelhos e a aula é muuuiito mais dinâmica Você já ouviu falar em Boot Camp? A técnica é uma releitura das aulas baseadas no treinamento militar. Essa proposta é sucesso nos Estados Unidos. Lá é comum que as academias convidem ex-mariners (ex-soldados e ex-bombeiros) para puxar tais aulas, fazer a turma suar a camisa e trabalhar todo o corpo. Treinando Boot Camp, é possível trabalhar pra valer a musculatura, optando por uma série de exercícios mais dinâmica e divertida, sem as incansáveis repetições da musculação. O treino trabalha o peitoral, desenvolve os membros inferiores, define os glúteos e firma o abdome. Os exercícios são marcados por tempo. A permanência em cada estação é de um minuto e meio, em média. O professor emite um sinal, palmas ou assovio, e as alunas mudam de exercício. Ao próximo sinal, mudam de novo. Quando vem o sinal duplo, atenção: é hora de migrar de estação e desafiar outras partes do corpo! Top 5: benefícios que o Boot Camp proporciona ao corpo e à mente 1. Em cada aula, com duração de uma hora, dá para gastar até 600 calorias. 2. A melhora no aproveitamento do oxigênio, que circula por todo o corpo durante a prática, favorece o condicionamento físico. 3. Com estímulos variados e diversas intensidades, as alunas aprendem a se movimentar com mais leveza e destreza. 4. As aulas possibilitam o ganho de força e definição muscular. 5. As atividades, a música de fundo e o relacionamento com as colegas da turma a ajudam a
facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog