Curso online de Musculação do Iniciante ao Avançado

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

11:04:00

4 modalidades ideais para quem quer emagrecer



O esforço do exercício e as mudanças de hábitos alimentares não são experiências fáceis. Portanto, nada melhor que participar de aulas estimulantes e divertidas que proporcionem a queima de calorias da forma mais agradável possível. Conheça quatro modalidades ideais para quem busca emagrecer de forma saudável, trabalhando os músculos da melhor forma e queimando toda a gordura indesejada:

Boxe

Que tal aprender a utilizar os punhos para defesa e ataque? Na aula de Boxe, o verdadeiro ataque é contra as incômodas gordurinhas, já que o treino é intenso e envolve uma série de exercícios de braço e perna, potencializando o desenvolvimento do condicionamento cardiovascular, coordenação motora e definição muscular. Cheia de dinamismo, a aula de Boxe é para suar e curtir! Em cada 60 minutos de aula é possível queimar cerca de 500 calorias!

Step

Subindo e descendo do step-bench e fazendo movimentos simultâneos com os braços (com ou sem a ajuda de halteres), é possível melhorar a resistência, a coordenação motora e o condicionamento cardiorrespiratório, dando adeus aos quilinhos extras. Os movimentos auxiliam na tonificação dos músculos das pernas e dos glúteos, o que torna o exercício especialmente indicado para pessoas que acumulam gordura nessa região do corpo. Em uma aula de 40 minutos é possível queimar até 450 calorias.

Jump

Lembra-se de pular na cama elástica quando criança e sair exausto da brincadeira? Na aula de Jump a diversão continua, mas os movimentos são pensados para fortalecer o corpo, principalmente a região das pernas e dos glúteos. No pequeno trampolim é possível desenvolver a coordenação motora e também o condicionamento físico. Divirta-se e, de quebra, queime até 500 calorias em 45 minutos de aula.

Spinning

O Spinning provavelmente é a modalidade mais conhecida para queimar muitas calorias em pouco tempo. Com alta intensidade, o exercício simula percursos de montanha e circuitos variados com o objetivo de melhorar o condicionamento cardiorrespiratório e queimar gordurinhas. Em 45 minutos de aula intensa gasta-se até 500 calorias

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

10:52:00

Consumidor de baixa renda já frequenta academia de ginástica


http://www.guiarvoce.com.br/imagesguiar/uploads/476ef14605886257755f67e74ec9c2f1.jpg

Operar uma academia a preços populares está longe de ser um negócio fácil.
Mulheres são a maioria nas academias que atendem o consumidor de baixa renda.

Depois de encher a geladeira e comprar sua TV de tela grande, o consumidor de baixa renda está frequentando academias de ginástica - o que antes era considerado luxo, já cabe no orçamento. Empresas veteranas estão investindo nesse público. E, em favelas e bairros de periferia, moradores veem na prática da atividade física uma oportunidade de trabalho.

"Está crescendo o número de professores de educação física na periferia, que trabalham como instrutores em três ou quatro empregos para conseguirem abrir suas próprias academias", diz Renato Meirelles, diretor da consultoria Data Popular. As classes C, D e E representam 66% dos 4,2 milhões de brasileiros que frequentam academias de ginástica, segundo estudo do instituto realizado no último trimestre de 2010. A fatia das classes D e E é de 14%.

O preço, observa Meirelles, depende do perfil do usuário. "Pode ser entre R$ 40 e R$ 50, mas se for algo muito importante para a pessoa, ela pode pagar até R$ 150, apesar de ficar apertado".

O mercado de academias foi construído no mundo para o público de alta renda. "Sempre foi coisa de rico", diz Waldyr Soares, presidente da Fitness Brasil, que acompanha o setor há 30 anos. "Na cabeça de muita gente não tinha importância e, na crise, a academia era a primeira a ser cortada do orçamento". Nos últimos anos, houve uma mudança cultural e a academia deixou de ser associada somente ao culto ao corpo. Passou a significar bem-estar. Segundo o Conselho Federal de Educação Física (Confef), o Brasil tem hoje 19.681 academias de ginástica registradas - um dos maiores mercados mundiais desse segmento.

Nos últimos anos, a sociedade brasileira começou a perceber, diz Soares, que vai viver mais e quer viver melhor. E essa percepção já chegou à baixa renda, em especial às mulheres, que são maioria nas academias.

Quando se formou em educação física, há 20 anos, Gilson Clemente, morador da favela de Paraisópolis, na zona sul paulistana, se sentia um estranho no bairro. Naquela época, era difícil ter um universitário na comunidade. Um semestre após concluir a graduação, ele construiu um "puxadinho" de 30 m 2 junto ao mercadinho aberto pelo pai. Nascia a Gilson Clemente Academia (GCA). Hoje, funciona em um galpão nos fundos do terreno, tomou o espaço da garagem e ocupa dois andares. São 350 m2.

A comerciante Lidiane Barreto mora e trabalha em Paraisópolis e frequenta a GCA cinco dias por semana a mensalidade do plano anual custa R$ 59 ou R$ 34, para quem traz mais um aluno. De 2008 para cá, o número de alunos dobrou e atualmente é de 320. No primeiro semestre deste ano, o faturamento foi de R$ 105 mil.

Com o aumento da demanda, Clemente teve que esticar gradualmente os horários. A academia que funcionava somente quatro horas diárias, desde o ano passado abre as portas às 6h e fecha às 22h.

"Eu percebi que essa classe que eu atendo hoje tem um padrão de vida um pouco melhor. A diarista antigamente tinha o dinheiro contado. Hoje consegue comprar uma roupa e um tênis diferentes, pagar cursos de inglês para os filhos", diz Clemente. Ele estima que sua clientela tenha renda a partir de um salário e meio. Entre ela, está Josefa Jesus. Ninguém passa pela GCA sem cumprimentar essa trabalhadora doméstica de 41 anos, que há um ano e meio frequenta o lugar.

"Academias em bairros de baixa renda têm uma atmosfera de clube", diz Clemente. São encaradas como espaços de convívio social. Depois da jornada de trabalho de oito horas diárias, Josefa volta para casa, também em Paraisópolis, troca de roupa e passa cerca de duas horas "malhando". Às vezes também se exercita aos sábados, quando faz bico como manicure. "Fiquei mais jovem e melhorei a autoestima", diz Josefa.

O consultor em gestão de academias de Campinas Rafael Uliani explica que, ao contrário da classe A, que prefere exclusividade, nas academias de bairro o apelo sócio-afetivo é preponderante. Dados do Data Popular indicam que, entre os praticantes de atividades físicas em grupo, 44% estão na base da pirâmide e 14%, no topo.

Fundada há 10 anos, a academia 100% Heliópolis cobra mensalidade de R$ 50. Os clientes têm renda média de R$ 700. Instalada na maior favela de São Paulo, a de Heliópolis, na zona sul de São Paulo, a academia passou por uma grande transformação há três anos, quando mudou de endereço e ganhou novas instalações de alvenaria. Até então, era um galpão de madeira instalado, de forma ilegal, à beira do córrego, com 100 alunos.

Agora, está instalada na entrada da comunidade, que abriga cerca de 100 mil moradores, e tem 250 alunos. "A inadimplência é praticamente zero. A maioria das pessoas que mora na região tem casa que ganhou da prefeitura, não paga aluguel. Por isso, tem condições para pagar academia", diz Sílvia Gama, mulher de Ezequiel Silva, dono da 100% Heliópolis.

No Rio de Janeiro, vender bem-estar para a baixa renda é um negócio em expansão. O carioca Mário Villas Boas, de 53 anos, já foi proprietário de 16 academias e hoje tem quatro, todas no Rio. Localizadas nos bairros Vista Alegre, Rocha Miranda, Botafogo e na Ilha do Governador, elas cobram mensalidades diferentes. A mais barata fica em Rocha Miranda (R$ 45); e a mais cara, em Botafogo (R$ 165). A próxima, a ser aberta na favela Para-Pedro, em Irajá, no subúrbio carioca, terá um tíquete ainda mais barato, entre R$ 35 e R$ 40.

Kleber Pereira, presidente da Associação Brasileira de Academias (Acad), observa que as academias que conseguem oferecer um preço mais popular, em geral, não oferecem ambiente climatizado, tem equipamentos mais simples e não há aulas em grupo. Pereira, por sua vez, também está investindo numa filial mais em conta. Em sua academia Quality Fitness, a mensalidade é de R$ 130. Para competir com três concorrentes que se instalaram na mesma região (em Vila da Penha, na zona norte do Rio) e cobram a metade desse preço, o novo ponto cobrará R$ 70.

Mas operar uma academia a preços populares está longe de ser um negócio fácil. Quando o empresário paulista Edgar Corona, dono da marca Bio Ritmo, lançou a marca de preços mais econômicos Smart Fit, em 2009, foi apontado como pioneiro na popularização das academias no país. Mas ele diz, agora, que o conceito ainda está em fase de testes e que as classes emergentes não são o foco. A mensalidade da Smart Fit vai de R$ 49 a R$ 99. As 16 unidades em funcionamento estão, principalmente, em redutos das classes A e B e em bairros de classe média do Distrito Federal, do Rio, de São Paulo e de Porto Alegre.

Corona diz que, com mais unidades (a meta é ter 50 até o fim de 2012) e custos menores, poderá atingir a classe C. Também é em 2012 que a rede Smart Fit, hoje deficitária, pode se tornar lucrativa. Uma unidade acaba de abrir as portas em Ceilândia, cidade-satélite do Distrito Federal, com mensalidades de R$ 49 a R$ 69. Segundo o empresário, é a primeira voltada para a classe C. "Estamos fazendo um teste", diz.

O grupo Bodytech, que nasceu para atender o consumidor de renda mais alta, também vai segmentar suas marcas para chegar à classe C. As academias Fórmula, parte da rede Bodytech e agora abertas a franqueados, terão espaço físico médio de 600 m2 e mensalidade entre R$ 89 e R$ 149.

Espaços como o do Shopping Eldorado, em São Paulo, onde se paga quase R$ 600 mensais, estão sendo reformados para virar A!Bodytech, que continua voltada para a classe A. As "novas Fórmula" têm estrutura semelhante, com os mesmos equipamentos e aulas, mas sem sauna ou piscina, diz Mario Esses, presidente da Fórmula. O investimento no plano é estimado em R$ 50 milhões.

Em dois meses da operação, a nova marca já tem duas franquias em Copacabana, no Rio de Janeiro, vai abrir duas na Tijuca, na Zona Norte carioca e em cidades como São Gonçalo e Duque de Caxias. O ABC paulista e capitais como Curitiba, Florianópolis, Fortaleza e São Luiz vêm na sequência. Até o fim deste ano, a meta é ter 16 Fórmula franqueadas, 5 próprias e 34 A!BodyTech. A expectativa, segundo Esses, é chegar em 2015 com 120 franquias e 40 Fórmulas próprias.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

08:19:00

Crossfit utiliza exercícios olímpicos para definição corporal

Crossfit Petrolina (Foto: Magda Lomeu)

Já imaginou reunir em uma mesma atividade física, exercícios olímpicos como ginástica rítmica, levantamento de peso e exercícios militares? O Crossfit proporciona essa diversidade de atividades, na busca de músculos mais desenhados e emagrecimento. Por isso, a modalidade é uma opção viável para quem chegar em forma ao verão. 

Os objetivos do Crossfit são melhorar a definição corporal e a eficiência da musculatura. Por ser uma atividade intensa, que trabalha com grupos musculares de todo corpo, o Crossfit deve ser praticado no máximo três vezes por semana, em dias alternados, para que haja repouso dos músculos e articulações. Além disso, quem possui alguma restrição médica não deve praticar a atividade. 

O formato do Crossfit há cinco anos era diferente de hoje, eles tentavam levar ao máximo de esforço físico e com o máximo de tempo possível que a pessoa suportasse o exercício, então eram treinos de uma hora e meia, mas isso foi mudando para não colocar risco a saúde. A metodologia do treino foi mudada para que ficassem mais curtos. Por exemplo, um treino de 18 minutos é um dos  mais longos que a gente usa. É comum treino de sete minutos, cinco minutos levando o corpo também a intensidade mais alta que ele conseguir.

Base desse post

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

12:16:00

5 Exercícios Dde Treinamento Funcional para fortalecer os Glúteos

http://www.olivre.com/wp-content/uploads/2012/07/exercicios-para-fortalecer-os-gluteos-sem-cirurgia1.jpg

Se você está desanimada ao olhar no espelho e ver um glúteo que não te pertence, não se desespere! com uma atividade física prazerosa em 4 meses seu glúteo será outro. Esse exercício pode ser feito durante um mês e ir variando mês a mês e ser associado a outros exercícios passados pelo nosso professor.
 
Experimente o treino com o "mini band" (faixa elástica) abaixo, elaborado pelo Eduardo Rodrigues, personal trainner especialista em treinamento funcional e pilates do Fit Body Pilates e comprove os resultados.
 
1-AQUECIMENTO
 
Em pé, com o mini band no tornozelo, faça, simultaneamente, os movimentos de abdução de quadril (abertura da perna) com uma das pernas e agachamento. Retorne à posição inicial e faça o mesmo com o outro lado do corpo. Realize 20 repetições para cada lado.
 
2-EXTENSÃO DE QUADRIL
 
Com o mini band nos tornozelos e as mãos apoiadas em uma parede ou árvore (se estiver no parque), mantenha os pés paralelos e flexione os joelhos, jogando suavemente o quadril para trás. Realize 3 séries de 15 a 20 repetições.
 
3-SUBIDA NO STEP
 
Com um dos pés em cima do step e o outro no chão, impulsione o corpo até deixar as pernas retas e retorne à posição inicial. Mantenhas os glúteos contraídos durante o movimento. Realize de 10 a 15 repetições para cada perna.
 
4- AGACHAMENTO COM BASTÃO
 
Afaste os pés na largura dos ombros e segure o bastão acima da cabeça. Fixe os pés no chão e flexione o quadril e o joelho até onde o ombro permitir ou até as pernas formarem um ângulo de 90 graus. Realize 3 séries de 10 a 15 repetições.
 
5- AGACHAMENTO COM MEDICINE BALL
 
Afaste os pés na largura do quadril, lance a medicine ball para cima e pegue-a de volta, fazendo um agachamento com as pernas abertas e os pés levemente apontados para fora. Faça 3 séries de 15 a 20 repetições.

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

17:15:00

Treinamento Funcional em gestantes

O treinamento funcional para gestantes tem como princípio preparar o organismo de maneira íntegra, segura e eficiente através do centro corporal, chamado nesse método por CORE (músculos para vertebrais – ou da coluna, músculos abdominais, músculos do assoalho pélvico).

O treinamento funcional tem como objetivo a melhora da propriocepção, equilíbrio e do acionamento dos músculos do CORE com intuito de diminuir a incidência de dores lombares e, provavelmente, o aparecimento de lesões, podendo ser executado em superfícies instáveis ou estáveis.

O treinamento funcional na gravidez veio para ficar, pelo menos por alguns anos essa modalidade estará na lista das academias e prioridade dos profissionais. No treinamento funcional existe uma variação muito grande de exercícios e equipamentos que podem ser utilizados. O profissional deverá conhecer muito bem cada exercício e material para adaptá-lo para a gestante. Não são todos que ela poderá fazer. As grandes instabilidades e exercícios arriscados devem ser tirados do quadro de exercícios selecionados.

Na gravidez a orientação deve ser sempre a segurança da gestante não só pela superfície estável, mas também pelo grau de dificuldade ou ação do exercício. É importante que o profissional conheça bastante da gravidez e do treinamento funcional para aplicá-lo. Além disso, deve-se levar bastante em conta as modificações posturais durante a gravidez e o quanto o treinamento funcional poderá amenizar essas modificações e as dores na lombar.

Modificações Posturais durante a Gravidez

O período gestacional compreende diversas mudanças corporais, no qual a mulher sofre adaptações fisiológicas e anatômicas. Essas adaptações e modificações são provocadas pelas necessidades funcionais e metabólicas impostas pela gravidez.

O mecanismo compensatório postural mais relatado pelos especialistas é a acentuação da curvatura lombar da mulher comparado ao aumento progressivo do volume abdominal.

Dor Lombar na Gravidez

Uma das complicações mais comuns da gravidez é a dor lombar e cerca de 50% das mulheres sofrem durante a gestação. O exercício tem sido utilizado como uma das medidas preventivas para a dor lombar e desde cedo, se adotado com orientações posturais e ergonômicas, exercícios de alongamento, fortalecimento e relaxamento muscular. Esses procedimentos têm tido efeitos positivos sobre a diminuição da intensidade da dor lombar em gestantes.

Os exercícios de alongamento fazem parte das recomendações preventivas que devem ser destinados para o relaxamento e compensação da musculatura lombar, levando também a mulher a uma percepção corporal permitindo-a reconhecer quando houver sobrecarga da região durante a execução de alguma atividade, ou manutenção prolongada de uma postura. No entanto esses exercícios devem ser conduzidos com conhecimento, pois a gestante neste período também tem sua flexibilidade aumentada.

Com ajuda daqui

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

15:59:00

Número de academias no Brasil cresce 29% em quatro anos

Curiosamente, Minas Gerais tem muito mais academias do que o Rio de Janeiro, que é reconhecidamente um estado com pessoas ligadas à aparência  (Zuleika de Souza/CB/D.A Press)

Curiosamente, Minas Gerais tem muito mais academias do que o Rio de Janeiro, que é reconhecidamente um estado com pessoas ligadas à aparência
O boom das academias de ginástica no Brasil, nos últimos anos, tem feito com que o país caminhe para assumir a liderança mundial nos negócios voltados para a prática de atividade física. Atualmente, o país só tem menos empresas nesse segmento que os Estados Unidos e, enquanto a quantidade de empreendimentos americanos é praticamente estável há três anos (cresceu apenas 0,7% de 2009 a 2012), o número no Brasil cresceu nada menos que 29% no mesmo período.

Além disso, o Brasil tem uma proporção per capita de academias de ginástica superior à americana. Nos Estados Unidos existe um estabelecimento para cada 10,5 mil americanos, aqui essa proporção é de uma academia para cada 9,1 mil pessoas. Em números absolutos, os EUA contam atualmente com 29.960 empreendimentos, contra os 21.760 negócios brasileiros.

Por trás desse fenômeno está a preocupação com um corpo saudável e atlético, que alimenta um mercado bilionário. Um diagnóstico sobre o setor feito pelo Sebrae revela que as 21.760 academias brasileiras tem 2,8 milhões de alunos matriculados. O segmento gera aproximadamente 317 mil empregos formais para profissionais de educação física e movimenta cerca de R$ 2,45 bilhões por ano. O crescimento de 29% em três anos representou a criação de 4.948 novos negócios no período.

"Esse desempenho indica que o setor não está tão vulnerável às oscilações da macroeconomia, graças a vários fatores, como a popularização da prática de esportes, a cultura brasileira que valoriza a boa aparência e forma física, o aumento da expectativa de vida da população e a nova composição de classes sócio-econômicas no país", explica Luiz Barretto, presidente nacional do Sebrae.

Apesar desse crescimento, o Brasil ainda ocupa a 10ª posição mundial no que diz respeito à receita das academias, o que aponta para um baixo nível de maturidade na gestão dos empreendimentos. "As micro e pequenas empresas precisam ter foco em produtividade para minimizar custos, aumentar a lucratividade e o nível de competitividade. Além disso, elas devem estar atentas às novas tendências, às inovações do mercado e ao ambiente legal dos negócios para aproveitarem o potencial de crescimento desse setor nos próximos anos", ressalta Barretto.

Um total de 68% (14.805) das empresas desse setor no país estão concentradas em seis estados, sendo três da região Sudeste (São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro), dois da região Sul (Rio Grande do Sul e Paraná) e um da região Nordeste (Bahia). São Paulo é o campeão nacional em número de academias com 6.349 empreendimentos e, na região Sudeste, chama a atenção o fato de Minas Gerais ter um número de empresas maior que o Rio de Janeiro – 2.294 contra 1.969 respectivamente.

(com Agência Sebrae)

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

13:01:00

Definição muscular: 5 modalidades para ajudar o objetivo

http://www.marombapura.blog.br/wp-content/uploads/2011/11/spinning.jpg

Conheça agora algumas modalidades que são ótimas para ajudar você na sua definição muscular:

1) Spinning: aula realizada em cima de uma bicicleta especial nas academias. É como se estivesse participando de uma corrida ao ar livre. Deve ser praticada pelo menos duas vezes na semana onde a prática regular da modalidade oferece resultados após quatro semanas. Em média tem uma queima calórica entre 500 e 700 calorias por hora/aula, sendo basicamente um trabalho aeróbico que ajuda na eliminação de gorduras, fortalecimento dos membros inferiores principalmente e melhora da capacidade cardiorespiratória.

2) Corrida: pode ser praticada tanto ao ar livre como em lugares fechados utilizando assim uma esteira elétrica, é um dos carros chefes em se tratando de queima de calorias. Pode ser realizada em diferentes ritmos e terrenos. Os terrenos irregulares, subidas ou areia fofa exigem muito mais da pessoa que a pratica. Queima em média entre 700 a 800 calorias em uma hora da atividade.

3) Natação: atividade física que pode ser praticada em caráter competitivo ou não sendo um esporte completo pois trabalha o corpo todo. Há quatro estilos para se praticar: nado crawl, peito, costas e borboleta variando a queima calórica de acordo com estilo que se pratica devido ao esforço físico necessário em cada um deles. Em média uma aula com duração de uma hora tem um gasto calórico de 500 calorias.

4) Step: aula onde se utiliza um banquinho com 15 cm de altura para alunos iniciantes. Associa movimentos de sobe e desce juntamente com movimentos de braços, num ritmo estimulado por músicas, sendo uma excelente atividade cardiovascular, fortalecendo os músculos das pernas e dos braços, desenvolve a noção espacial, a coordenação motora, o reflexo e principalmente emagrece. Pode gastar de 300 a 500 calorias dependendo da duração da aula.

5) Jump: aula divertida e relaxante que tem como um dos objetivos principais, além de queimar muitas calorias, a eliminação da celulite. Ela é praticada em cima de um mini trampolim elástico individual, onde não há impacto. Os saltos constantes fortalecem o tecido ósseo combatendo a osteoporose e também ocorre o fortalecimento dos músculos das pernas. Em uma aula com cerca de 45 minutos de duração há uma queima de aproximadamente 500 calorias.

Independentemente da modalidade que escolher, procure sempre academias com profissionais capacitados para que possa receber a orientação correta, somente assim poderá praticar seus exercícios físicos com qualidade e segurança.

quinta-feira, 31 de julho de 2014

13:15:00

Dica: 3 cursos online para enriquecer seu curriculum na área de Fitness


A internet tem se tornado essencial na vida das pessoas, para pagar contas, efetuar suas compras, pesquisar sobre os mais diversos assuntos, enfim, a web é um mundo cheio de possibilidades.

Hoje em dia, as pessoas têm uma rotina corrida, além do ambiente profissional que sempre está cheio de tarefas que precisam ser concluídas até o final do dia, ainda tem a vida pessoal, dar café para os filhos, levá-los a escola, dar banho, dar almoço, levar na aula de inglês, passear no parque com eles, limpar a casa, lavar a roupa entre outras funções que precisam ser feitas. Parece que os afazeres aumentam e o tempo diminui, por isso, cada minutinho deve ser bem aproveitado, pois é precioso.

A ideia de cursos online acabam otimizando o seu temo e permitindo que você faça o curo a hora que você quiser. A flexibilidade de horário atrai muita gente. Pensando nisso, separei três cursos para quem trabalha com Fitness pode fazer para enriquecer o seu curriculum.

Curso de Biomecânica

Curso Biomecânica

O curso Biomecânica oferece ao profissional de Educação Física e Fisioterapia conhecimentos sobre como analisar o movimento humano com base nos princípios biomecânicos e anatômicos do corpo humano e muito mais. Veja maiores informações clicando aqui.

Curso de Atividade Física para Hipertensos

http://static.portaleducacao.com.br/arquivos/imagens_cenas/329_00.jpg

O profissional de Educação Física sabe que para a redução da pressão arterial é necessária a prática regular de exercícios físicos associados ao tratamento farmacológico. No curso serão mostrados os efeitos benéficos e dicas de saúde relacionadas com os hipertensos. Veja maiores informações clicando aqui.

Curso de Treinamento Abdominal

Curso Treinamento Abdominal

O curso Treinamento Abdominal, por meio da Educação a Distância, oferece ao profissional de Educação Física conhecimentos sobre anatomia e cinesiologia, fisiologia do exercício, prescrição de treino para a região abdominal e muito mais. Veja maiores informações clicando aqui.

Espero que vocês tenham gostado as indicações.

Até a próxima.

quarta-feira, 30 de julho de 2014

18:54:00

Video: A Educação Física no Wellness Coaching

Wellness Coaching é um processo que usa ferramentas comprovadas para gerar mudanças comportamentais duradoras visando a elevação da felicidade, da saúde, da prosperidade e também na melhoria da qualidade de vida. Entende-se como Wellness um estado multidimensional do ser, que descreve a existência de saúde positiva em um indivíduo, exemplificada pela qualidade de vida e um sentido de bem-estar. Isso inclui a atividade física. Não ache que o profissional de Educação Física está fora do processo de mudança comportamental e qualquer pessoa. A incusão da atividade físsica na rotina é um dos pontos altos de qualquer programa Wellness que se planeje.

segunda-feira, 14 de julho de 2014

13:50:00

Use o Transpor para queimar calorias


http://maisequilibrio.com.br/imagens/interacao/original/2/esteira-bicicleta-ou-transport-2-556.jpg

Você adora musculação, mas está cansada de ter que fazer esteira antes? Ou acha que pedalar na bicicleta ergométrica, apesar de ser um exercício aeróbico essencial para perda de peso, é uma chatice? Então você precisa conhecer o transport.

Acesse o blog da Educação Física

O aparelho se tornou popular nas academias por ser muito eficiente no trabalho cardiovascular, o que gera grande perda calórica. Ele despontou como uma opção às outras máquinas com funções aeróbicas e conquistou seu lugar. O transport é um equipamento eletromagnético elíptico, que lembra os movimentos da prática de esqui. Nele, é possível movimentar pernas e braços em ritmo alternado.

A atividade ajuda as pessoas que querem fazer exercício físico, mas devem evitar o impacto nas articulações, comum nas caminhadas e corridas. A carga, a inclinação e a velocidade ministradas no aparelho precisam ser pré-determinadas por um professor da academia, de acordo com sua condição física.

O transport permite ainda um trabalho de ginástica localizada quando o movimento das pernas é realizado para trás. Dessa forma, os músculos do bumbum, da parte posterior das coxas e das panturrilhas serão mais exigidos, o que ajuda a definir a região.

Antes de se aventurar no transport, é imprescindível pedir Para orientação para não prejudicar a coluna e as articulações. Se mal utilizado, ele pode acarretar má postura e dores musculares. Use o transport e os demais aparelhos da academia com responsabilidade e segurança, seu corpo agradece!

sexta-feira, 27 de junho de 2014

16:25:00

GAP - a modalidade que queima 400 calorias em uma hora


GAP a modalidade que queima 400 calorias em uma h

Quando pensa na parte do corpo que quer ver durinha com a malhação, a primeira coisa que vem à sua cabeça são bumbum, pernas e abdômen? Se você não tem muito tempo para dedicar à academia, pode ter certeza que a atividade física mais indicada é o GAP -- Glúteo, Abdome e Pernas -- e, não é só isso, a modalidade é capaz de tonificar as áreas mais cobiçadas pela ala feminina e, de quebra, queimar 400 calorias em uma hora.

Já conhece o blog da Educação Física?

Para quem acha que a boa e velha aula de GAP já está ultrapassada, saiba que não é bem assim.

Apesar de ter surgido nas academias, nos anos 90, a técnica é muito bem aceita pelas mulheres que querem ver o corpo durinho, pois, acredite você ou não, em um único movimento é possível trabalhar diversos músculos.

Se animou com a modalidade, mas ainda precisa de um incentivo extra? A gente listou alguns benefícios do GAP para você -- de uma vez por todas - começar a malhar.

1. A aula trabalha as partes mais cobiçadas pelas mulheres: bumbum, barriga e pernas. Ou seja, tudo que a gente quer deixar -- maciçamente -- no lugar para deixar a silhueta tonificada e curvilínea.

2. Você frita 400 calorias em apenas uma hora.

3. Os resultados são pra lá de eficientes e, em algumas semanas, já é possível notar as mudanças no corpo.

4. Favorece o desempenho em outras atividades, desde uma corridinha no final de semana até a sua performance na cama.

5. As aulas podem ser feitas por todas as pessoas -- desde que não tenham restrição médica --, uma vez que as cargas variam de acordo com o tipo físico de cada aluno.

6. Melhora o condicionamento físico, a flexibilidade, coordenação motora, equilíbrio e concentração.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

18:59:00

Quatro abdominais que deixam a sua barriga definida


Para ficar com a barriga definida basta fazer abdominais, certo? Errado. Antes, é preciso acabar com a camada de gordura que se acumulou na parte abdominal, chamada gordura central. O abdominal busca o fortalecimento e a tonificação dos músculos, e não queimar calorias. Quem começa a fazer esse exercício buscando perder peso, está perdendo tempo. Para ficar com os músculos da barriga definidos e aparentes, é preciso primeiro perder a camada de gordura acumulada na região da barriga.

Os exercícios abdominais não devem ser feitos todos os dias pois sobrecarrega a musculatura, causando dores e lesões que prejudicam o programa de exercícios. Normalmente, pessoas que tentam fazer todos os dias com pressa de ficar com a barriga definida passam semanas lesionadas.

Acesse o blog da Educação Física

Também é preciso variar os tipos de abdominal para ter uma barriga bem definida por completo. Cada tipo de abdominal trabalha uma parte da barriga. Desde o clássico até o feito com as pernas elevadas, todos têm um benefício para um músculo determinado da barriga


Abdominal tradicional - Foto Getty Imagtes

Abdominal tradicional

Para quem está começando, esse sem dúvida é o tipo de abdominal mais indicado. Como o movimento é simples e intuitivo, é mais difícil se movimentar errado e não ter resultados positivos. O primeiro passo é ficar deitado com as costas encostadas no chão, e com as pernas flexionadas, com os joelhos apontando para o teto e como os pés apoiados no chão. Depois, basta levantar a parte superior do corpo apenas com a força dos músculos abdominais, sem ter pressa ou sem tentar encostar o peito nos joelhos flexionados. Seguindo essas dicas, é mais provável que só o abdômen esteja sendo trabalhado. O abdominal tradicional trabalha principalmente a parte superior do abdômen, tanto por causa da respiração quanto pelo movimento do corpo.

O número de abdominais desse tipo indicado para cada pessoa é em torno de três séries de 25 flexões a cada dois dias. Uma técnica eficiente para saber quantas flexões devemos fazer é a seguinte: faça o máximo de abdominais que conseguir sem parar. Conte o número de flexões e o divida por dois. Depois disso, faça três séries desse número. Se uma pessoa consegue fazer 30 flexões sem parar, ela é capaz de fazer três séries de 15 sem ficar sobrecarregada.  

Abdominal oblíquo - Foto Getty Images

Abdominal oblíquo (perna cruzada)

Esse tipo de exercício deve ser feito para quem busca tonificar especificamente a parte lateral, também chamada de musculatura oblíqua, do abdômen. Ele não é simples de ser feito, mas não é tão intenso quanto o abdominal com perna elevada e o com apoio.

Por mais que a concentração na contração muscular seja necessária em todos os tipos de abdominal, para o obliquo a atenção deve ser dobrada. Como se trata de um movimento complexo, que envolve perna, braços e barriga, é comum que as pessoas estejam puxando a cabeça com os braços no final do exercício.

Para começar, flexione e cruze uma perna por cima da outra, apoiando a panturrilha de uma das pernas no joelho da outra. Mantenha um braço atrás da nuca e outro estendido do lado do corpo. O braço flexionado deve estar do lado contrário da perna dobrada. Depois de estar nessa posição, faça a elevação como se estivesse tentando encostar o cotovelo do braço que está flexionado no joelho da perna apoiada. Pode ser realizada 30 vezes de cada lado a cada dois dias, e não é aconselhável para quem tem algum tipo de problema na região cervical.

Abdominal com apoio - Foto Getty Images

Abdominal com apoio

Esse tipo de abdominal é mais intenso do que o tradicional e deve ser feito com menos repetições. Como é um movimento mais difícil, 10 repetições por dia já são suficientes para trabalhar os músculos de forma satisfatória. Utilize uma cadeira para apoiar as pernas e deixá-las alinhadas com os joelhos. Com as mãos na nuca, faça o movimento de elevação, depois volte à mesma posição. É importante que as pernas fiquem paralelas ao solo e não mudem de posição. Com esse movimento, os músculos da parte inferior e mediana do abdômen são fortificados.

Mas, como se trata de um movimento muito específico, que força bastante a coluna, pessoas que têm problemas de hérnia de disco não devem fazer esse tipo de abdominal. 

abdominal com perna elevada - Foto Getty Images

Abdominal com perna elevada

Esse tipo de abdominal é parecido com o feito com apoio de uma cadeira, com a diferença de que as pernas devem ficar elevadas sem nenhum tipo de auxílio. Só essa posição já é suficiente para forçar a parte inferior dos músculos abdominais. Mas, quando o exercício começa de verdade, as musculaturas inferior, média e superior de nossa barriga são trabalhadas ao mesmo tempo, tornando esse tipo de abdominal, além do mais intenso, o que trabalha mais músculos. 

Curta nossa página no Facebook

Como é um exercício bastante avançado, devem ser feitas apenas 20 flexões, para todas as pessoas que não tem nenhum tipo de problema de coluna. Quanto mais devagar for feito o abdominal, maior será o resultado que o exercício demonstrará.

sábado, 21 de junho de 2014

12:32:00

Fisiculturistas apostam em bronzeamento a jato para campeonatos

http://www.semprebelaestetica.com.br/adm/fotos/bronzeamento_a_jato.png

Alimentação, malhação pesada e muito foco. Estes são os três principais elementos de quem quer ser fisiculturista. Porém, os cuidados não param por ai, já que a aparência também vale muitos pontos. Muitos fisiculturistas apostam na depilação e no bronzeamento a jato para valorizar ainda mais os movimentos e maquiar alguma marquinha na pele.

O bronzeamento traz ainda mais destaque aos movimentos. Geralmente com a pele bronzeada, o pessoal se sente mais bonito e confiante.

Há também uma tinta especial no corpo, mas que a experiência com o bronzeamento foi muito positiva. A tinta usada normalmente deixa a pele com um tom meio dourado, com o bronzeamento a jato, o tom da pele ficou bonito e mais natural. Muitas pessoas elogiaram o resultado.

O bronzeamento por vaporização ou a jato possui uma fórmula que agrega uma coloração natural, ou seja, não mancha e nem deixa a pele amarela ou alaranjada. Após a secagem que dura de 10 a 20 minutos, já é possível ver o resultado.

Sem contraindicações, outra vantagem do bronzeamento é que disfarça celulites e estrias, sem risco de envelhecimento precoce, se adaptando a todos os tipos de pele. Os resultados duram de 7 a 10 dias.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

09:15:00

Aulas clássicas que fazem sucesso na academia

mulher bicicleta ergométrica euatleta (Foto: Getty Images)

https://lh6.googleusercontent.com/_ewGdBCzawak/TdCDQ0fGjoI/AAAAAAAAEzM/akvWNiphZ1U/aula_gin%C3%A1stica.jpg

Mesmo com algumas atividades novas, algumas antigas resistem e continuam ganhando fãs nas academias. Ginástica localizada, spinning (ciclismo indoor), alongamento, yoga, natação e hidroginástica estão entre as aulas que não podem faltar na grade de exercícios. O professor de educação física Bruno Lima mostra quais aulas clássicas fazem sucesso entre os alunos e destrincha suas características. 

Elas têm comprovadamente ao longo dos anos se mostrado efetivas, porque a maioria das pessoas procura a perda de peso, aumento da massa muscular e melhora do condicionamento cardiovascular praticando todas essas atividades físicas.

A aula de spinning, por exemplo,  dá um ótimo condicionamento físico. E como não é uma aula muito longa, que dura em torno de 40 minutos, dá para conciliar com outras atividades.

A aula de localizada se caracteriza por trabalhar o corpo inteiro, além de deixar o batimento cardíaco sempre acelerado. Dessa forma, você garante uma queima calórica muito intensa.

Sempre estão surgindo novas atividades, outras vão se perpetuando e também entra o componente do grupo e da música, que é muito importante. Muita coisa evoluiu entre material e equipamento, como as caneleiras, halteres e também as bicicletas. Porém, não resta dúvida que as aulas clássicas são o coração de uma academia.

sexta-feira, 30 de maio de 2014

12:08:00

Dificuldades das academias para contratar bons profissionais


140526_Prof_EF
O que há alguns anos era algo que apenas os gestores de academias tinham impressões, agora tornou-se uma certeza. Contratar bons profissionais para atuar nas academias está cada vez mais difícil.

Hoje, recebemos telefonemas de coordenadores de academias desesperados e pedindo ajuda, porque estão precisando de professor de ginástica para ambos os períodos más não conseguem.

Quando os gestores encontram esses profissionais não há comprometimento. Quando há comprometimento a pessoa não sabe fazer o disse saber. Quem dá aula de programas pré-coreografados, não consegue dar outro tipo de aula. A demanda por profissionais nas academias cresceu muito, pois houve nos últimos anos uma expansão no mercado de fitness e wellness. Houve também um aumento na oferta de mão de obra, uma vez que temos mais profissionais de educação física se formando. Por isso, era de se esperar que não houvessem problemas para realizar contratações, mas não é isso que vem ocorrendo.

Existem dois fatores que combinados levam à dificuldade em contratar bons profissionais

1- Proliferação de cursos de Educação Física de baixa qualidade;

2-Advento do Personal Trainer.

Paga-se muito pouco ao professor que atua em academias. Dois alunos de personal training pagam mais do que seis horas em uma sala de musculação ou algumas horas de aula de ginástica. Os melhores profissionais não pensam duas vezes. Sobram os menos experientes e menos qualificados. Simples assim.

Academias grandes resolvem o problema através de programas de treinamento profissional, escolinhas de excelência que selecionam profissionais com potencial, os treinam e transformam em bons professores. O salário pode não ser muito bom, mas as chance de se conseguir alunos para personal training nas grandes é maior, o que serve como atrativo.

As pequenas e médias não tem estrutura para isso, mas podem oferecer opções interessantes. Observe que salário não é tudo.
  • Pague um pouco a mais do que a média do mercado;
  • Ofereça benefícios;
  • Ofereça um boa grade de aulas, no caso da ginástica;
  • Pague/premie por desempenho;
  • Ofereça facilidades para personal training.
Se sua academia está passando por dificuldades em contratar profissionais qualificados, pense no que você está oferecendo à eles e promova mudanças. Quebre o paradigma, ofereça boas condições de trabalho e terá bons profissionais. 

Matéria publicada pelo site Consultoria Fitness

segunda-feira, 26 de maio de 2014

11:25:00

Musculação: conheça melhor os exercícios


Musculação conheça melhor os exercícios

Quem já esteve em uma academia teve a oportunidade de praticar exercícios com nomes muitas vezes não conhecidos, além de não saber ao certo qual é a finalidade de cada um.

Tudo bem que se tratam de termos técnicos. Mas é fundamental conhecer qual músculo se trabalha com cada tipo de exercício. Com a idéia de orientar melhor você, aqui está uma lista com os nomes dos principais exercícios feitos na academia, os grupos musculares e também qual é o principal músculo em ação.

Exercícios para o peito:

Supino: músculo peitoral maior, feixe inferior.

Supino inclinado: músculo peitoral maior, feixe superior.

Peck deck: músculo peitoral maior.

Pull over: músculo peitoral, grande dorso, redondo maior.

Exercícios para os braços:

Bíceps:

Rosca direta: músculo bíceps.

Rosca Scott: músculo bíceps, braquial.

Tríceps:

Na polia alta: músculo tríceps porção média, lateral, longa.

Tríceps testa: músculo tríceps porção média, lateral, longa, ancôneo.

Ombros:

Desenvolvimento por trás: músculo, deltóide feixe posterior, anterior, medial.

Desenvolvimento pela frente: músculo deltóide feixe posterior, anterior, medial, peitoral maior.

Elevação lateral: músculo trapézio, deltóide,

Elevação frontal: músculo deltóide

Exercícios para costas:

Barra fixa: músculo trapézio, romboide, grande dorso.

Puxada na frente: músculo redondo maior, grande dorso.

Puxada por trás: músculo grande dorso, trapézio, romboide.

Remada na polia baixa: músculo, trapézio, romboide, grande dorso.

Exercícios para as pernas:

Agachamento: músculo, glúteo médio, máximo, quadríceps.

Leg press: músculo glúteo médio, máximo, quadríceps.

Cadeira extensora: quadríceps, vasto lateral.

Cadeira flexora: semitendinoso, semimembranoso, bíceps da coxa.

Cadeira adutora: músculo adutor médio e longo, grácil, pectinio

Exercícios para os glúteos:

Afundo a frente: músculo reto da coxa, vasto medial e lateral, glúteo máximo.

Extensão do quadril na polia baixa: glúteo.

Elevação da pelve no solo: glúteo, fascia lata, bíceps da coxa.

Exercícios para o abdômen:

Abdominal no solo: músculo oblíquo, reto abdominal.

Abdominal com os pés fixos: músculo oblíquo, reto abdominal.

Abdominal no banco inclinado: músculo oblíquo, reto abdominal.

Abdominal com polia alta: oblíquo externo.

Rotação do tronco (twist): músculo oblíquo externo e interno, reto abdominal.

terça-feira, 22 de abril de 2014

15:23:00

Pilates ajudando pacientes com Esclerose Múltipla

http://htpilates.files.wordpress.com/2012/11/htpilates_esclerose-multipla.jpg

O Método Pilates é uma ótima alternativa para pacientes de Esclerose Múltipla, sendo utilizado como ferramenta de reabilitação por estimular o recrutamento muscular com controle e em amplitudes que melhoram a flexibilidade global.

Além disso, é um método que visa o alinhamento postural e estimula a percepção corporal. Também trabalha muito o aspecto respiratório (um dos possíveis agravos devido fraqueza), e pode melhorar a expansibilidade pulmonar e da caixa torácica, e a função expiratória que exige mais força. Os atendimentos devem respeitar um ritmo menos intenso e os movimentos selecionados devem atender às necessidades de cada paciente, segundo as limitações motoras que ele apresenta, podendo-se modificar a forma de execução para permitir que o paciente se movimente. Portanto, vale ressaltar que por se tratar de um paciente que exige cuidados especiais, o profissional  precisa ser especializado e conhecer bem as limitações impostas pelo quadro e pela doença para ser capaz de estimular as funções motoras, sem causar fadiga ou outros danos que possivelmente agravariam muito sua condição.

Pilates pode ajudar na reabilitação de esclerose múltipla mesmo em pacientes que estão com sintomas avançados da doença, mostra uma pesquisa realizada na Universidade Queen Margaret, na Escócia. O método pilates, já utilizado no Brasil em alguns casos de esclerose, foi testado na universidade escocesa para a reabilitação de pessoas que estão em cadeira de rodas devido à doença. A esclerose múltipla afeta, entre outras coisas, a força muscular e o equilíbrio, fazendo com que o doente perca mobilidade. No estudo, a postura e a intensidade das dores e da fadiga (sintomas da doença) foram medidas em 15 cadeirantes antes e depois de começarem seu tratamento com pilates. Outras oito pessoas com sintomas parecidos também foram acompanhadas durante o período, porém sem participar das aulas.

Ao final de 12 semanas, foi possível observar uma melhora nas dores no ombro e no pescoço das pessoas que tiveram aulas de pilates. Os resultados foram publicados na revista "Research Matters", editada pela Sociedade de Esclerose Múltipla de Londres. Os pesquisadores lembram que ainda são necessários estudos com maior número de participantes para validar os resultados.

Entre os benefícios da prática, há a melhora da força, da postura e do equilíbrio. Porém, se a pessoa faz exercícios inadequados para sua condição, ela pode sentir uma grande fadiga, própria da doença e mais forte do que um cansaço normal de quem vai a academia.

O pilates, por ser originalmente um trabalho individual, permite que o instrutor conheça a pessoa e consiga perceber quais os exercícios mais adequados para suas necessidades. O uso dos aparelhos como uma forma de fazer com que seus alunos se sintam mais acolhidos. Uma pessoa que não consegue ficar de pé, por exemplo, pode fazer exercícios na cama que simulem o caminhar em um ambiente seguro.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

08:23:00

Hidro Jump, a prática de pular dentro d´água


Fotos: Divulgação

Em algumas regiões do Centro-Oeste, Norte e Nordeste do país, o calor é realmente intenso. Aquela vontade e força de fazer uma caminhada, uma corrida ou até ir à academia é muitas vezes desmotivada pelo clima. Em contrapartida, nas regiões com o frio acima do esperado, não deixa ninguém sair da cama. Mas ainda há uma alternativa que poderá juntar o útil (atividade física) ao agradável (esporte relaxante). Estamos falando do  hidro jump.

Em qualquer clima de tempo é possível praticá-lo. É uma maneira divertida e muito positiva para o corpo e mente. O Hidro Jump é uma aula realizada dentro da água sobre um mini trampolim que mistura exercícios aeróbicos e localizados e que possibilita significativa redução no impacto e um alto gasto calórico.

A hidro-jump faz com que o aluno obtenha força, equilíbrio, condicionamento físico, melhora da articulação sanguínea, evita e melhora celulite, fortalecimento de tronco, glúteo, abdomem e perna. Além disso tudo, o Hidro Jump é excelente para adquirir força e condicionamento físico.

O melhor desta modalidade é que em uma aula, o aluno queima cerca de 500 calorias. O jump tradicional trouxe para a água motivação em dias quentes ou frios. Em geral a prática é coletiva e coreografada, que une os benefícios da hidroginástica convencional em cima de um pequeno trampolim. O resultado é um exercício de alto gasto calórico, em função das diferentes intensidades.

Os profissionais da saúde só não indicam a modalidade para idosos, devido ao aumento da frequência cardíaca e o alto índice pliométrico.

Principais benefícios do Hidro Jump:

• Melhora a capacidade cardiorrespiratória
• Favorece a circulação sanguínea
• Melhora a postura, a coordenação motora, o equilíbrio e a força
• Previne e combate a celulite
• Reduz os riscos nos vasos sanguíneos do coração, o stress e a ansiedade
• Diminui o percentual de gordura corporal
• Estimula a felicidade



segunda-feira, 14 de abril de 2014

18:12:00

Importância do Pilates na prevenção dos "bicos de papagaio"


O osteófito, ou popularmente bico-de-papagaio, caracteriza-se por pequenas expansões ósseas originadas pela profusão progressiva do anel fibroso do disco intervertebral. Trata-se de uma reação do organismo para absorver melhor a sobrecarga da articulação sobrecarregada. Os efeitos são agravados pela desidratação gradual do disco intervertebral, conduzindo a uma aproximação das vértebras e compressão da raiz nervosa, resultando em fortes dores, formigamentos e limitação de movimentos.

É comum que o osteófito apareça nos calcanhares, nas bordas das vértebras, geralmente na altura dos discos intervertebrais da região do pescoço, coluna torácica e lombar, porém, qualquer articulação do corpo pode ser afetada.
A causa do "bico-de-papagaio" pode ter influência da espondilose, da pré-disposição genética, da sobrecarga articular (sobrepeso e obesidade), do sedentarismo, de esforços repetitivos, de alguma anomalia na articulação (inflamação, trauma, fratura, ligamentos rompidos, etc.), desvios angulares (joelhos varo ou valgo), malformações dos quadris, ou simplesmente pela quantidade de impactos aos quais estamos sujeitos desde a infância. Porém, é sobretudo, a adoção de posturas incorretas ao longo do tempo que leva ao aparecimento de lesões nas articulações vertebrais. Muitas vezes o problema também se instala por conseqüência de um processo de artrose.

Algumas pessoas podem não apresentar sintomas, porém, na primeira incidência de desconforto ou dores no quadril, na virilha, nas costas, no pescoço ou em outras regiões, recomenda-se a procura imediata de um ortopedista. Se tratada corretamente e a tempo, o quadro pode apresentar queda significativa nas dores e melhora na capacidade funcional e na qualidade de vida do paciente, entretanto sem recuperar a cartilagem perdida.

Como um dos principais sintomas de quem tem osteófito é a dor, o indivíduo geralmente entra em um ciclo: os movimentos e o padrão postural acabam comprometidos, conduzindo a um desequilíbrio e fraqueza muscular por compensação e desuso, que por sua vez, intensificam os dois primeiros citados, e assim por diante.

O PILATES auxiliará de forma satisfatória a melhora da qualidade de vida, tornando possível a realização das atividades da vida diária tranquilamente. Os exercícios prescritos serão específicos e direcionados ao caso e adaptados de acordo com as particularidades do indivíduo, visando entre outros, fortalecimento e alongamento dos músculos, com um foco especial à região afetada e ao reequilíbrio dos grupos musculares. Assim, apesar de o osteófito continuar instalado, a dor será estabilizada devido à estrutura corporal mais forte, flexível e alinhada.

Mas a melhor alternativa continua sendo a prevenção. Quanto antes incorporar novos hábitos, menores as chances de ocorrer um osteófito no futuro. O PILATES também se mostra bastante efetivo para a prevenção.

terça-feira, 8 de abril de 2014

10:01:00

Fitness Brasil Internacional espera movimentar mais de R$ 15 mi

http://1.bp.blogspot.com/_p2_8HFQTBGI/TI55yOJItHI/AAAAAAAAAHg/OeIHWUAX81c/s320/fitness+logo.JPG

Com expectativa de crescimento, a 24ª Fitness Brasil Internacional espera movimentar mais de R$ 15 milhões nos quatro dias do congresso e feira, em Santos. O evento para profissionais de Educação Física será realizado de 18 a 21 deste mês, tendo como principal estrutura o Mendes Convention Center. No total, são esperados mais de cinco mil educadores físicos nos cursos, palestras e workshops e um público de 80 mil pessoas na feira de produtos e novidades ligadas ao mercado.

“A população procura cada vez mais o cuidado com a saúde, bem-estar. O exercício físico hoje é comprovadamente um elemento fundamental para a prevenção de doenças. Por tudo isso, o setor está em alta”, afirma o gerente de marketing da Fitness Brasil, Diogo Cardone. “Normalmente, estimamos um volume próximo dos R$ 15 milhões, mas para este ano a expectativa é de crescimento”, enfatiza.

Ele destaca que há outros fatores que contribuem diretamente para o aumento de vendas na feira, que este ano contará com cerca de 80 expositores nos segmentos de equipamentos esportivos, vestuário, nutrição e suplementação. Entre os pontos positivos estão a facilidade de crédito e as opções de posicionamento dentro do fitness, como funcional, cross fit (duas grandes atrações atuais), bike indoor, natação e musculação tradicional.

“Essa diversificação pode levar o investidor a necessitar de um volume menor de dinheiro. O número de novos empreendimentos e empreendedores também cresce em ritmo acelerado. Juntando todos esses fatores, a expectativa é super positiva, principalmente após os resultados da última edição da IHRSA Fitness Brasil, maior evento de negócios do fitness da América Latina, em 2013, que atingiu R$ 100 milhões de negócios gerados”, anuncia.

Segundo Diogo o crescimento é geral, gerando um efeito benéfico em cadeia. “O gatilho de tudo é o número de alunos em academias. Como isso tem crescido, com a ampliação do número de academias, aumenta o consumo por produtos nutricionais, roupas de academias, acessórios, como relógios e tênis. E com isso, cresce o número de academias, aumentando a compra de aparelhos e infraestrutura, como softwares, catracas, pisos, iluminação. É um círculo virtuoso”, argumenta.

TURISMO

A feira é aberta ao público nos quatro dias (entrada gratuita) e também tem como grande atrativo ser realizada num feriadão, quando a Cidade estará lotada. A abertura será no feriado da Paixão de Cristo, depois vem sábado e domingo e o encerramento no Feriado de Tiradentes. “

www.fitnessbrasil.com.br.

segunda-feira, 31 de março de 2014

18:07:00

O Jump para um professor

http://www.academiareacao.com.br/imagedocs/1376517562.jpg

Usar o mini trampolim o início me chamou muito a atenção. Uma forma de treinar que me trouxesse liberdade, conforto e principalmente me fizesse sentir bem. Foi paixão á primeira vista. Por esse motivo é que as aulas de JUMP são sempre cheias, sucesso. Remetem ao lúdico e isso quer dizer que essa aula é quase uma brincadeira. Você já viu como as pessoas se manifestam quando se sentem felizes, ou mesmo, quando ganham um prêmio. Elas pulam! Portanto podemos dizer que o JUMP é sinônimo de felicidade.

Mais de 10 anos de sucesso e vejo que vai durar muitos e muitos anos. Aulas com movimentos simples, onde todos os praticantes são capazes de fazer e o mais importante: terminar a aula com a sensação de dever cumprido ou mesmo “quero mais”! Por outro lado não deixa de ser uma aula intensa, faz suar, faz com que o praticante treine de uma forma muito adequada, conhecendo e entendendo o seu corpo. Tem propriedades que são exclusivas das superfícies elásticas, absorvendo o impacto e deixando o exercício mais confortável. É uma aula muito procurada. Já que uma das premissas do treinamento funcional é resgatar e ou manter a funcionalidade do nosso corpo, porque então não usar o JUMP que é divertido e funciona? Bom, mas vamos falar de alguns benefícios das aulas de JUMP.

Inicialmente o JUMP estimula muito a drenagem linfática natural. O sistema linfático é o nosso “outro” sistema circulatório e está diretamente ligado a nossa saúde geral, pois quando estimulado acelera “a limpeza” do nosso organismo “jogando” todas as toxinas para fora e enviando para o nosso corpo, principalmente para o sangue, todos os bons nutrientes, lubrificando nossas articulações e deixando assim, os movimentos mais harmoniosos.

É uma excelente aula e que ajuda a amenisar e combater os efeitos da celulite. Por ser uma aula aeróbica tem grande influência no emagrecimento, na melhoria do condicionamento físico geral e funcional, e ainda melhora muito o tônus muscular trazendo assim maior resistência e disposição para as tarefas diárias. Vejo no JUMP o encontro de muitas “coisas”, motivação para frequentar as aulas na academia, para um treinamento harmonioso, organização corporal e que seus benefícios e resultados são duradouros.

Para o professor, entender os princípios que regem a organização de uma aula de JUMP é fundamental. Junto a isso ele tem a missão de apresentar a técnica, ensinar, treinar e principalmente cuidar do aluno que “se entrega” e “entrega” toda sua confiança na sua mão. Essa troca quando verdadeiramente é recíproca tem resultados valiosos. Pois é assim que tem que ser.

Edu Costa

 
18:04:00

Kangoo Jump conquista mulherada pela eficiência


O Kangoo Jump está presente em mais de 18 países

O Kangoo Jump é uma modalidade de ginástica que surgiu na Suíça, e é notável pelo seu sistema de amortecimento patenteado IPS (Impact Protection System), que absorve até 80% do impacto que ocorre nas atividades físicas, protegendo as mais importantes articulações do corpo, como os joelhos, tornozelos, coluna e quadril.

Para os interessados em emagrecer, ele aparece como uma solução perfeita que já em cada aula geralmente são gastas 800 calorias. Ele é uma atividade completa para quem deseja perder peso, já para aqueles que querem ganhar músculos é importante que seja aliado à outra atividade, como, por exemplo, a musculação.

Os músculos mais trabalhados na atividade são abdômen, glúteos e quadríceps,com muita enfase nos glutes, facilitando o combate as celulites.

Os benefícios vão muito além da simples queima de gordura, com o Kangoo Jump também é possível melhorar o sistema cardiovascular, com um aumento da absorção de oxigênio de 12% a 18%; corrigir a postura e realinhar o corpo; aumentar a motivação, coordenação, equilíbrio e auxiliar no combate à depressão; e ainda aumentar a densidade óssea e melhorar o tônus muscular, promovendo definição dos músculos do abdome, coxas e glúteos.

As aulas tem duração de 45 minutos com 10 minutos voltados para exercícios abdominais, e são feitas três vezes por semana.

18:01:00

Atividades intensas podem queimar calorias de forma rápida

Felipe Carvalho acredita que a atividade intensa faz bem não só ao corpo mas também à mente  (marcos vieira/em/d.a press)

Durante muitos anos, a musculação era a principal opção de quem queria entrar em forma. O grande problema, de acordo com quem já praticou a modalidade, é que, com o tempo, a série de exercícios vai perdendo a graça para quem precisa de motivação para se exercitar. E aí chegam as velhas desculpas para não malhar e sumir de vez das academias. Por isso, as atividades intensas que fazem suar, e muito, começam a ganhar cada vez mais adeptos. Por um lado, especialistas comemoram esse tipo de exercício, pois tendem a atrair mais público por mais tempo. Porém, ressaltam que a alta intensidade das atividades pode trazer danos e pedem cautela para quem pretende entrar nessa tropa.

Uma das mais conhecidas modalidades que exigem muito do praticante é o crossFit,. Considerada um esporte, a atividade tem a vantagem de trazer, todos os dias, um treino diferente.  É um treinamento que tem o espírito militar enraizado, já que foi baseado na preparação física de agentes das forças especiais americanas, marinheiros e SWAT.  O auge do treinamento é a chamada missão do dia, na qual o aluno tem um desafio a cumprir. Geralmente, em academia, o objetivo é condicionamento físico, agilidade e força. Não estamos focados na estética, tanto é que não há espelhos nas salas de treinamento.

Ninguém no inicio no crossfit pega no “pesado’. Os limites de cada um õ respeitados e as dificuldades são aumentadas. Em atividades de intensidade alta colocamos nossos corpos mais próximos de riscos, como lesões musculares, acidentes vasculares cerebrais (AVC) e arritmias. Por isso, é de extrema importância uma avaliação médica antes da prática. Não se faz um ‘Pede pra sair’ da noite para o dia. É preciso, primeiro, começar aos poucos até ir se acostumando.

Outras atividades que estão sendo bem requisitadas em academias são lutas como MMA, boxe e muay thai ajudam a queimar calorias e são treinos puxados. O boxe, por exemplo, é considerado um treinamento mais completo. Nas primeiras aulas o aluno sente um pouco. Mas depois se acostuma.

Considerado um esporte, a luta fortalece o corpo e tem uma alta queima calórica. A atividade aumenta a resistência e a capacidade cardiovascular, além de melhorar a flexibilidade e a coordenação motora. Quem pode fazer: qualquer pessoa. Porém, grávidas antes dos quatro meses não podem praticar a modalidade — e, depois disso, só com autorização do médico e seguindo um treino específico. Quem sofre de pressão alta também deve consultar um especialista e tomar cuidados especiais.

terça-feira, 4 de março de 2014

13:32:00

Pilates é excelente para quem sofre do mal de Alzheimer,




O Mal de Alzheimer é uma doença degenerativa incurável, felizmente atualmente existem muitos tratamentos que podem ser aplicados para a melhora dos sintomas ou mesmo retardar alguns deles, como é o caso do Pilates, os exercícios ajudam e muito os portadores deste mal. Normalmente a doença atinge não só o cérebro, mas também a parte muscular, trazendo rigidez aos músculos causando a perda das coordenações motoras finas e grossas. “O Pilates por ser um exercício sem impacto, trabalha os idosos com esse mal e melhora a musculatura, já que se trabalha o alongamento e o fortalecimento dos músculos”, explica Priscila Guimarães, proprietária do espaço Santo Corpo em São Paulo.

Na parte mental, o Pilates alcança o desenvolvimento da memoria através das repetições dos exercícios, respiração e concentração na atividade.

A doença é dolorosa para todos os envolvidos. “A família adoece junto com o ente querido, Priscila propõe que todos os envolvidos façam pilates porque infelizmente essa doença traz a perda da memória. “Seria interessante que a família pudesse estar junto com o idoso para acompanhar o trabalho realizado e fazer parte das atividades de forma mais presente. É emocionante, a família comprovar a evolução no alongamento e fortalecimento dos músculos no trabalho com o Core (centro de força) e coordenação motora. O desenvolvimento é um processo contínuo”, conclui a empresária.  

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

17:35:00

Ballet fitness queima até 790 calorias em apenas 30 minutos



Quem acredita que uma barriga tanquinho só se conquista com musculação está muito enganado. Aos 36 anos, Betina Dantas tem um físico invejável, muito sarado e sem celulites, conquistado com o ballet fitness, técnica desenvolvida por ela mesma que tem adeptas como as blogueiras fitness Gabriela Pugliesi e Carolina Magalhães.

Betina, que é bailarina profissional e  educadora física, explicou como surgiu a ideia de unir esta dança clássica e delicada com os exercícios de academia que tonificam o corpo.

"Eu dava aula de balé para crianças em uma grande academia e via as mães das meninas esperando horas até o curso acabar. Aí pensava: 'Vão malhar! Vocês estão dentro de uma academia e ficam horas aí sentadas!'. Elas diziam que tinham pavor de musculação e academia, mas que se eu desse uma aula pra elas de ballet adulto, elas fariam.  Aí decidi usar os movimentos do ballet que ajudavam a fortalecer e a tonificar e criei o Ballet Finess, pois eu sabia e sentia no corpo como os movimentos e exercícios do Ballet definiam o corpo.  Como sou educadora física também, este conhecimento me ajudou a criar a dinâmica da aula. Comecei a pensar assim: 'pliê com agachamento ajuda a tonificar os glúteos, então vamos fazer uma sequencia'. O foco é o glúteo redondinho e uma barriga seca, falo que é a 'aula do biquíni'".

Segundo a especialista, a transformação no corpo da mulher, se aliada a uma boa alimentação, é fantástica e em pouco tempo já se consegue ver grandes transformações. Em apenas 30 minutos, dá para perder quase 800 calorias!

"Após um mês de aulas, já dá para perceber a diferença no corpo. Uma pessoa que faz aulas no níveo avançado, por exemplo, chega a gastar até 794 calorias em apenas meia hora. Falo isso com embasamento na medicina esportiva. Minha aula foi monitorada pelo Dr. Franz Burini, médico do esporte e pelos laudos, descobri todos os benefícios da minha metodologia. O ideal é que se pratique 2 a 3 aulas por semana e elas substituem a musculação - já que tem um fortalecimentos muscular muito intenso".

O ballet fitness também é uma boa opção para quem não gosta de rotina e acha a dinamica da musculação algo muito monótono e repetitivo.

"A técnica do ballet fitness mistura exercícios do Ballet clássico, como a barra, com exercícios específicos de fitness, como flexões. O grande foco é o aumento no número de repetições dos passos e no tempo de isometria e sustentação muscular nos exercícios. Também nunca faço uma aula igual a outra e mudo sempre os exercícios para não desestimular o aluno".

Fonte: UOL
17:33:00

Modalidades de fitness que vão fazer sucesso em 2014


As modalidades de fitness que vão fazer sucesso em 2014

Lista elaborada por entidade americana destacou o crossfit como a principal atividade do ano

Vivian Carrer Elias
Academia: treino de alta intensidade, musculação e ginástica funcional serão destaques em 2014

Academia: treino de alta intensidade, musculação e ginástica funcional serão destaques em 2014 (Thinkstock)

Verão após verão, uma multidão de brasileiros corre às academias em busca de quilos a menos e músculos a mais. Para fisgar os alunos estreantes, e reter os antigos, as academias lançam modalidades, que, rodeadas de promessas, conquistam adeptos. Foi assim com o spinning, o pilates e, mais recentemente, a zumba. Quando a moda passa, novas atividades precisam ser alardeadas.

Uma das principais referências das academias para o que vai crescer ou cair em desuso no fitness é uma lista anual elaborada pelo Colégio Americano de Medicina Esportiva. Desde 2006, o órgão revela quais aulas devem se destacar no ano, além de fazer um balanço sobre o crescimento ou declínio das modalidades.

As tendências de 2014 foram definidas a partir de enquetes com 3 800 profissionais em mais de 35 países, inclusive o Brasil. No topo do ranking está o crossfit, ou treino intervalado de alta intensidade, caracterizado por aulas de curta duração (30 a 60 minutos) com exercícios intensos e pequenos períodos de descanso entre eles.

O crossfit tem conquistado seguidores com a promessa de promover ganho de massa muscular e perda de gordura em pouco tempo. Segundo médicos, a modalidade deve ser praticada por quem já tem bom condicionamento físico, fruto de anos de prática esportiva regular. Para atletas de primeira viagem, o crossfit é um convite a lesões e frustração – desanimados por não acompanhar o pique exigido, muitos alunos podem voltar ao sedentarismo.

1. Treino livre: usa o peso do corpo, ao invés de cargas. É uma das maneiras mais baratas e eficientes de se exercitar.

2. Treino de força: mais do que hipertrofiar, hoje os treinos de força são usados para manter a força e a resistência e também por quem estáse recuperando de uma doença ou cirurgia.

3. Programa de resultados: combina atividade física e orientação nutricionais com o foco na perda de peso. Algumas academias famosas, como a Bioritmo e a Competition, já oferecem programas como esses.

4. Programa de atividade física para idosos: já uma tendência no Brasil há alguns anos, visto que cada vez mais pessoas acima dos 50 anos procuram academias para cuidar da saúde.

5. Treino funcional: pelo que se percebe, continuará em alta em 2014. Ajuda a melhorar a força, coordenação motora, equilíbrio e resistência. Mais ainda: melhora a capacidade de as pessoas executarem as tarefas do dia a dia.

6. Personal training em grupo: a onda, agora, será reunir grupos de duas a quatro pessoas sob a orientação de um personal.

7. Ioga: não importa a linha nem o tipo de aula, a ioga continuará a toda em 2014.

8. Exercícios para crianças: é de pequeno que se cria bons hábitos, especialmente em relação à prática de atividade física. Dado que a obesidade infantil é a nova praga no mundo, será uma forte tendência o desenvolvimento de aulas e programas para os pequenos.

9. Ginástica laboral: a ideia é melhorar a saúde dos trabalhadores.

10. Core training: exercitar e fortalecer o core bombará em 2014. Além de melhorar a postura, ter o core fortalecido melhora a estabilidade.

11. Atividades outdoor: canoagem, SUP, não importa. Uma das ondas para o ano de 2014 é se aventurar fora da academia.

12. Circuit training: uma das maneiras mais divertidas de se exercitar, reúne cerca de dez exercícios feitos sequencialmente, sem intervalo.

13. Wellness coaching: é quase um personal. O coach na realidade ajuda o cliente a mudar os seus hábitos para ganhar saúde e bem-estar.

14. Treinamento esportivo: voltado para jovens atletas, ensina os fundamentos do tênis, basquete e outros.

15. Programa de incentivo para trabalhadores: mais uma vez, o foco é o trabalhador que geralmente fica horas sentado numa cadeira ou de pé, mas sem se mover. A ideia é promover a mudança de hábitos.

16. Boot Camp: atividade de alta intensidade que lembra o treinamento militar. Inclui exercícios que melhoram o condionamento cardiorrespiratório, força, resistência e flexilidade.


facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog