Curso online de Musculação do Iniciante ao Avançado

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Treinamento Funcional em gestantes




O treinamento funcional para gestantes tem como princípio preparar o organismo de maneira íntegra, segura e eficiente através do centro corporal, chamado nesse método por CORE (músculos para vertebrais – ou da coluna, músculos abdominais, músculos do assoalho pélvico).

O treinamento funcional tem como objetivo a melhora da propriocepção, equilíbrio e do acionamento dos músculos do CORE com intuito de diminuir a incidência de dores lombares e, provavelmente, o aparecimento de lesões, podendo ser executado em superfícies instáveis ou estáveis.

O treinamento funcional na gravidez veio para ficar, pelo menos por alguns anos essa modalidade estará na lista das academias e prioridade dos profissionais. No treinamento funcional existe uma variação muito grande de exercícios e equipamentos que podem ser utilizados. O profissional deverá conhecer muito bem cada exercício e material para adaptá-lo para a gestante. Não são todos que ela poderá fazer. As grandes instabilidades e exercícios arriscados devem ser tirados do quadro de exercícios selecionados.

Na gravidez a orientação deve ser sempre a segurança da gestante não só pela superfície estável, mas também pelo grau de dificuldade ou ação do exercício. É importante que o profissional conheça bastante da gravidez e do treinamento funcional para aplicá-lo. Além disso, deve-se levar bastante em conta as modificações posturais durante a gravidez e o quanto o treinamento funcional poderá amenizar essas modificações e as dores na lombar.

Modificações Posturais durante a Gravidez

O período gestacional compreende diversas mudanças corporais, no qual a mulher sofre adaptações fisiológicas e anatômicas. Essas adaptações e modificações são provocadas pelas necessidades funcionais e metabólicas impostas pela gravidez.

O mecanismo compensatório postural mais relatado pelos especialistas é a acentuação da curvatura lombar da mulher comparado ao aumento progressivo do volume abdominal.

Dor Lombar na Gravidez

Uma das complicações mais comuns da gravidez é a dor lombar e cerca de 50% das mulheres sofrem durante a gestação. O exercício tem sido utilizado como uma das medidas preventivas para a dor lombar e desde cedo, se adotado com orientações posturais e ergonômicas, exercícios de alongamento, fortalecimento e relaxamento muscular. Esses procedimentos têm tido efeitos positivos sobre a diminuição da intensidade da dor lombar em gestantes.

Os exercícios de alongamento fazem parte das recomendações preventivas que devem ser destinados para o relaxamento e compensação da musculatura lombar, levando também a mulher a uma percepção corporal permitindo-a reconhecer quando houver sobrecarga da região durante a execução de alguma atividade, ou manutenção prolongada de uma postura. No entanto esses exercícios devem ser conduzidos com conhecimento, pois a gestante neste período também tem sua flexibilidade aumentada.

Com ajuda daqui



Comente:


Nenhum comentário:

facebook