Curso online de Musculação do Iniciante ao Avançado

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

17:37:00

Sabendo mais sobre a aula de Step

http://originalfitness.com.br/wp-content/uploads/2013/01/class_step.jpg

A aula de Step sempre foi uma das atividades mais procuradas das academias porque tem como principal objetivo o condicionamento cardiorrespiratório e também o fortalecimento das pernas e dos glúteos, fazendo com que a procura por essa modalidade de ginástica fosse uma coqueluche há 20 anos.

A modalidade tem algumas características próprias como a altura do step que é de 15 centimetros. A altura ideal para cada aluno é quando, apoiado um pé em cima do step e outro no chão, a perna que está em cima esteja com o joelho em uma flexão de 90° e na altura do quadril.

Uma coisa que não se deve fazer é usar movimentos que desçam de frente do step ou que subam de costas, o primeiro para não lesar os joelhos e o segundo, para evitar quedas. Não escolher músicas com mais de 136 BPMs porque quanto mais rápida é a música, menor a técnica empregada e maior o risco de lesão.

A escolha do set list da aula tem a função de criar sincronia no grupo, parâmetros de qualidade e de quantidade e motivação. É importante que ela tenha a velocidade ideal que permita que os movimentos sejam feitos numa cadência adequada, com amplitude de movimento e que desperte o desejo de se movimentar.

As técnicas são aplicadas de acordo com o público que faz as aulas. Assim, para um público iniciante, o esqueleto e a pirâmide são métodos mais adequados e que podem ser usados também por alunos intermediários e avançados

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

08:59:00

Video: Benefícios da Musculação

https://maissaudetb.files.wordpress.com/2014/10/image-2.jpg 

A musculação é, hoje, uma das atividades mais recomendadas pelos profissionais da saúde para qualquer pessoa, pelo fato de ser uma atividade altamente versátil, podendo ser direcionada para os mais variados objetivos, sejam eles emagrecer, aumentar ou definir a musculatura, como também, prevenir lesões e até tratá-las.

Adequando as cargas e as intensidades dos exercícios para cada pessoa, com base na idade, peso, sexo e histórico em atividade física, não há muitas restrições para a prática da musculação.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

11:14:00

Mexa o seu corpo e ative seu cérebro




Você já pensou no que acontece em seu corpo quando você se exercita? Pois é, mover o corpo ajuda também a "ativar" o cérebro. Durante o exercício, acontecem inúmeras adaptações fisiológicas e reações químicas em nosso corpo na tentativa de entrar em homeostase, ou seja, em equilíbrio. O exercício tira a zona de conforto do corpo, que tenta se adaptar em todo momento àquela nova situação. Dependendo da intensidade, do volume e do método utilizado, as adaptações serão diferentes.
Basicamente, o exercício físico gera a liberação da endorfina, o hormônio responsável pela sensação de prazer – e é por isso que costumamos dizer que a prática esportiva vicia. Também proporciona melhora do condicionamento físico e a sensação de estar bem. Ver os resultados desejados no corpo eleva a autoestima e estimula as pessoas a trabalharem para melhorar. Além disso, praticar exercício físico gera melhor oxigenação cerebral e faz com que o cérebro saia do estado de apatia.

O exdrcício ajuda as pessoas que têm problemas de depressão, pois todas as adaptações no corpo vão gerar uma melhora na parte física e mental.

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

17:29:00

Benefícios do zumba para o corpo

 
  • Os benefícios da Zumba

     

Para quem pretende entrar em forma ainda neste verão, esse exercício com cara de brincadeira cai como uma "luva", principalmente para aqueles que fogem da rotina de treinos tradicionais e repetitivos das academias. As aulas são uma mistura de ginástica com movimentos de dança embalados por ritmos latinos.

Algumas pessoas podem pensar que Zumba é apenas mais um programa de exercícios exagerado. No entanto, é um exercício dançante criada na Colômbia há alguns anos, que rapidamente conquistou o público a partir de 2001, tornando-se uma das atividades favoritas das francesas.

O modelo padrão de uma aula de Zumba são durante 45 minutos a 1 hora, um professor ultra-dinâmico lhe oferece sequências curtas de dança, acompanhadas  de músicas inspiradas nas danças latinas como salsa, merengue, samba, mambo e por aí vai. O rebolado é a base da dança latina, e, portanto, do Zumba. Os outros movimentos principais são saltos e giros. Para encerrar, as aulas de Zumba sempre terminam com alguns minutos de alongamento.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

09:57:00

Sue Lasmar ganha título de corpo mais perfeito dos Estados Unidos

Sue Lasmar - Diva Fitness (Foto: Salomon Surraca / MF Models Assessoria)

 

Sue Lasmar tem vários títulos: Diva Fitness, que recebeu de um campeonato nos Estados Unidos; Musa da Web, de um jornal de esporte brasileiro; agora ganha mais um: Gata do corpo mais perfeito dos Estados Unidos, dado por Ronnie Coleman, recordista com oito títulos do Mr. Olímpia. O fortão até chamou a fisiculturista para ser garota propaganda de uma marca de suplementos.

São mais de 220 mil seguidores no Instagram. A brasileira também é figura fácil nas revistas americanas. Sue nunca usou anabolizantes, o corpaço foi conquistado com muita malhação e reeducação alimentar. Ela atualmente vive em Las Vegas, e estará no Brasil em fevereiro de 2015.

Ronnie Coleman ( Divulgação internet )

Fonte: Cena Pop - Virgula
09:51:00

Tecnologia orientando os usuários

Foto: Divulgação.

 

Primeiro, eram capazes de medir o que fazíamos, agora nos dizem o que temos que fazer. Este ano, relógios e pulseiras que medem passos, o pulso, as calorias queimadas e outros dados foram as novidades da tecnologia usável.

Pulseiras e relógios inteligentes acompanham cada dia mais os amantes da tecnologia. Alguns chegaram a pendurar nas coleiras dos cães medalhões que informam quando os bichinhos estão dormindo demais ou correndo pouco. Dados coletados por sensores nesses aparelhos são transmitidos para tablets e celulares, cujos aplicativos analisam as atividades de humanos e animais de estimação em função do que deveria ser uma vida saudável.

Esse movimento incipiente do "Eu Quantificado", popularizado este ano, receberá um novo impulso em 2015 com a venda do futuro relógio da Apple, simplesmente batizado de Watch. "Costumamos nos encantar um pouco mais com as coisas que cuidam de nós mesmos", avaliou o analista Rob Enderle, da empresa Enderle Group, do Vale do Silício, na Califórnia.

Sensores instalados em acessórios usados no nosso dia a dia permitem acompanhar atividades diárias que são, em seguida, analisadas por computadores em centros de dados on-line, que um dia poderão ser capazes de se antecipar às necessidades das pessoas. Analistas da indústria afirmam que muitas das pessoas que compram pulseiras "fitness" costumam deixá-las de lado meses depois, talvez porque com o tempo ter um aparelho que informe que deram 7.589 passos por dia deixe de ser tão emocionante.

"Os consumidores não se interessam tanto por rastrear seus dados", disse J.P. Gownder, analista da Forrester. "O que querem é informação sobre como ter uma vida melhor", continuou.

Futuro informatizado

Quando o usuário acessa pelo telefone seus e-mails, calendário ou serviços de geolocalização, os servidores da internet colocam este "Eu Quantificado" no contexto, calculando o que agrada a alguém quando está em determinado local, em determinada hora do dia. "No final desta década, estaremos falando com todos os equipamentos conectados a nós e eles estarão respondendo", previu Enderle.

"Agora, se você quiser se casar com esta tecnologia é outra coisa e depende do seu estado mental", acrescentou. A brincadeira do analista foi uma referência ao filme "Her" (Ela), em que Joaquin Phoenix interpreta o personagem de um futuro não muito distante que se apaixona por um sensual sistema operacional que utiliza em seus dispositivos eletrônicos.

Os aplicativos que realmente vão se destacar no campo da tecnologia serão aqueles que forem além da medição de atividades fisiológicas e conseguirem fornecer informações com assistentes pessoais que se conectem pela internet a controles de objetos como luzes, aparelhos de TV e termostatos, exemplificou o analista Ben Arnold, da companhia NPD Group.

"Imagine que são 9h da manhã e estou dizendo a um amigo que estou com vontade de comer churrasco na hora do almoço", disse Arnold. "Depois, ao meio-dia, meu relógio inteligente sabe que é hora de comer e recomenda uma churrascaria próxima porque ouviu a conversa pela manhã. Esse é o objetivo", continuou.

A Google poderia alcançar essa meta com seu projeto Deep Mind, dedicado a conseguir com que as máquinas pensem como os humanos, disse o especialista. Além disso, o software Google Now está projetado para antecipar o que os usuários de dispositivos móveis Android podem querer fazer, como por exemplo notar que alguém tem um e-mail com a confirmação de um novo e, depois, recomendar a hora de sair para o aeroporto, em função do tráfego naquela hora.

O Apple tem seu assistente virtual Siri para iPhones, enquanto a Microsoft desenvolveu o Cortana para ajudar os usuários de aparelhos equipados com o sistema Windows.

Pulseiras de fitness

A curto prazo, a pressão do mercado estará concentrada em acessórios inteligentes com as pulseiras FitBit e UP, pioneiras no conceito do "Eu Quantificado", que rastreiam os passos, o sono, a comida ingerida e as calorias consumidas.

"Estamos em um momento de grande destruição criativa", disse Gownder com relação a esta tendência. "Oitenta por cento do que vemos hoje em dia provavelmente fracassará de alguma forma. E tudo bem".

Uma pesquisa da Forrester revelou que o interesse por usar sensores, particularmente no pulso, aumentou notavelmente no ano passado. Titãs como Samsung, Sony, LG, Motorola e Microsoft já lançaram seus relógios inteligentes. Suas capacidades vão além do controle de atividades físicas e permitem fazer ligações, ler e-mails, tirar fotos e interagir com os aplicativos dos aparelhos.

Espera-se que o lançamento do Apple Watch, no ano que vem, impulsione os relógios inteligentes ao campo da cultura dominante, graças ao poder de atração da marca com sede na Califórnia. "Cada vez que a Apple se mete, o mercado muda radicalmente. A maré cresce e, provavelmente, elevará todos os outros barcos", disse Arnold.

Depois das pulseiras, a tendência seguinte deve ser os óculos inteligentes, como quer o projeto Google Glass. "É o passo lógico seguinte, mas não estou certo de que o mundo esteja pronto para isto", acrescentou o especialista. [Da AFP]

Fonte: Mundo Bite
facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *