Curso online de Musculação do Iniciante ao Avançado

terça-feira, 4 de outubro de 2016

A escalada na Academia






É o delicioso gostinho de vitória pessoal em testar e superar os próprios limites que tem levado centenas de mulheres a praticar esportes radicais.

De olho nesse filão que só cresce, muitas academias trataram rapidinho de adaptar para seu espaço várias modalidades outdoor.

As praticantes amaram e quem nunca experimentou, provavelmente já ficou tentada a provar. Tudo bem que não é superanimador trocar lugares exóticos e de natureza exuberante por quatro paredes, mas acredite, essa mudança tem lá suas vantagens.

Ar condicionado e ausência de insetos, barro e galhos – ótimos para enroscar e rasgar roupas – são algumas delas. Porém, o maior benefício de todos é, sem dúvida, não ser obrigada a viajar ou ter que esperar o fim de semana chegar para radicalizar e ficar sarada. O corpo seca e endurece geral, graças ao esforço exigido nestas atividades que queimam muitas calorias e trabalham forte a musculatura. E é justamente para você ficar de bem com suas curvas e ainda experimentar algo diferente e carregado de adrenalina, que selecionamos as cinco opções mais procuradas. Confira.

A escalada é a principal atividade. Suportar o peso do corpo na ponta dos dedos das mãos e dos pés para fazer uma subida íngreme, longa e que parece não chegar nunca ao topo de uma rocha, ops!, de uma parede de concreto especial. Assim é a versão do esporte para a academia que, como dá para notar, é bastante parecida com a realizada ao ar livre. A escalada indoor pode durar até duas horas, por isso os membros superiores e os inferiores são exigidos ao máximo. A mente também é exercitada porque ensinamos como utilizar as cordas, encaixar os ganchos e manejar os freios, entre outros procedimentos de segurança.

Vale a pena investir porque você sua muuuito e detona nada menos do que 900 calorias por aula – bom demais, não? Tem mais: a lombar é fortalecida e as costas, os braços, as pernas e o abdômen ficam duríssimos e bem desenhados.


Comente:


Nenhum comentário:

facebook